Olá pessoal, meu nome é Maycon, servidor público federal, acadêmico de direito no 9° semestre, estou de volta para comentar minha aprovação na 1° fase do XXXIII Exame de Ordem e, a pedido, dar algumas sugestões, principalmente, sobre estudos e sobre meu comportamento no dia da prova.

Sobre os estudos para a OAB, no momento, não me sinto confortável em tecer maiores considerações sobre o assunto, pois, como comentei com alguns colegas, não estudei, especificamente, para o Exame de Ordem, o que pode causar estranheza para algumas pessoas, mas, esclareço:

Sou servidor público federal, Técnico do MPU, portanto, estou impedido legalmente de exercer a advocacia, entendimento esse, inclusive, recentemente confirmado pelo STF.

Desta forma, realizar o Exame de Ordem, no momento, é mais uma questão de "timing" do Curso de Direito, na verdade, estou estudando para outros concursos jurídicos que não abarcam toda a matéria do Exame de Ordem.

Então, para quem perguntou sobre qual material tenho utilizado em meus estudos, gostaria de esclarecer que sou assinante do Estratégia Carreiras Jurídicas, porém, também conheço o material específico da OAB desta instituição, o qual, também recomendo.

Então, ao meu ver, ainda que não específico para o Exame de Ordem (o que não é recomendável), estudar para concursos jurídicos me auxiliou, e muito, nesta aprovação, pois, mesmo não tendo estudado especificamente para o Exame, por exemplo, matérias como Ética Profissional, Direito e Processo do Trabalho, Empresarial, Tributário e Processo Civil, pois não são matérias que cairão no próximo concurso que prestarei, as demais, sim, estava estudando regularmente, o que acabou por compensar meus erros nas matérias supracitadas.

Então, arriscando uma dica, se você pretende prestar a primeira fase e tem dúvidas sobre a necessidade de realizar cursinho, acredito, sinceramente, que, claro, se não for apertar muito seu orçamento, é recomendável fazer, seja no Estratégia, Damásio, CEISC, CERS, etc...mas, não acredito que seja INDISPENSÁVEL, pois muitas das questões que acertei se deram por conta, estrita, dos estudos na faculdade.

Quanto a segunda fase, pelo que vi das provas anteriores e das dicas de professores, é altamente recomendável a realização de um curso preparatório. Eu não farei, por conta dos motivos supracitados, mas, minha esposa, que também foi aprovada na primeira fase do XXXIII Exame de Ordem, adquiriu um pacote de segunda fase do Estratégia, o qual, na medida do possível, tentarei assistir algumas aulas com ela e treinar algumas peças, porém, sem tirar o foco dos meus estudos para concursos. Se eu não conseguir aprovação nesta segunda fase, aí sim, o concurso para o qual estou estudando já terá ocorrido, então, farei o preparatório para tentar a repescagem.

Quanto ao momento da prova, gostaria de dar algumas dicas nada "científicas", mas, que me auxiliam nos momentos de realizar uma prova tão longa e cansativa como é o Exame de Ordem.

A primeira "dica", que é até óbvia: durma bem no dia anterior, não fique sem dormir as horas necessárias por conta de tentar estudar mais, pois isso, na verdade, atrapalhará, com certeza faltará fôlego e concentração no momento da prova.

Outra dica, pois, ao menos, funciona para mim: "Não almoce".... você pode estar se perguntando: "como assim, não almoce, passarei mal durante a prova".... Então, na verdade, quando digo "não almoce", o que quero dizer é: Não coma um prato de arroz, feijão, carne, etc, pouco antes da prova, pois, a tendência, é que nosso corpo e mente fiquem "moles", sonolentos.

Assim, antes da prova, optei por um lanche no Subway, o qual consumi com uma lata de Red Bull....isso pode parecer bobagem, mas, faz diferença...

Já para a prova, optei por levar dois  chocolates snickers, pois, além de me saciar durante a prova, mantém o nível de açúcar mais elevado, o que auxilia a "acordar" o cérebro....claro, não pode faltar também uma garrafinha de água...

Por fim, outra dica: Também acho recomendável que, no dia da prova, você tome algum suplemento vitamínico que auxilie na concentração...sem querer entrar em polêmicas "médicas", o fato é que, quando preciso de uma "concentração adicional", tomo uma cápsula de Vitacon Phytus ou duas de Gerovital, pelo menos para mim, faz uma enorme diferença...

Então é isso, espero que esse texto tenha sido útil, grande abraço e até a próxima!